Bem vindo ao Exotic Finches - Fórum especializado em exóticos, com novos tópicos de interesse e informação visual extraordinária!

Partilhe, aprenda, divulgue, conheça, o contributo de todos tornará ainda mais forte e sólida a ornitologia NACIONAL!

Programa alimentar e de preparação p/ Exposições

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Programa alimentar e de preparação p/ Exposições

Mensagem por Fernando Domingues em Ter Dez 22, 2009 11:50 am

Alimentação antes da época de reprodução
A preparação da época de reprodução é feita com um aumento diário de 15min por dia, de horas de luz, que deve ser gradual. Nesta fase, inúmeros criadores utilizam papa Quiko onde adicionam gammarus (camarões liofilizados que se encontram na comida para tartarugas) que cortam em bocados pequenos ou triturados. Utilizam uma grande percentagem de couscous onde adicionam spirulina. Têm particular cuidado com a dosagem de vitaminas E, pois pode incidir no aumento das hormonas das aves e ficarem excessivamente agressivas.
Este procedimento é repetido até que sejam atingidas pelo menos 14-16 horas de luz. A mistura deve ser complementada com o aumento de alpista, milho japonês na ordem dos 10/12% até à eclosão.
A utilização do couscous é feita basicamente como um veiculo na digestão das aves, porque esta tem vários minerais, etç.



Época de reprodução
Durante a época de reprodução é administrado couscous, que tem um valor proteico na ordem dos 12/13%, é composta apenas de farinha e sêmea. É uma proteína de baixo valor, para não causar problemas aos machos e crucial para o aparelho digestivo das crias. Na Papa (esta Orlux) complementam com pinkies.



Separação dos filhos
Durante esta fase, não me deram muitos pormenores. Na água é obrigatório o uso de vinagre de cidra como desinfectante, anti-fúngico na papa e o couscous.
Os mandarins na sua grande maioria, preferem sementes pequenas, nomeadamente painço amarelo e vermelho. A maioria dos criadores utiliza uma mistura á base de Pessoalmente, paínço, milho-alvo, alpista, milho japonês, perilla (pouco). Adaptam as misturas consoante os períodos. Durante a época de exposições evitam misturas com um teor elevado de gordura.




Preparação para exposições
Esta é uma fase muito delicada, pois está em jogo todos os esforços (por vezes sacrifícios) feitos até agora.
A escolha das aves é feita de acordo os concursos e objectivos. Cerca de 6-7 semanas colocam-nos em gaiolas individuais de exposição, após serem removidas as penas quebradas. E então, preparam-os em grupos e, geralmente, o primeiro grupo, é o primeiro a concorrer em exposições mas, são também os primeiros a descansar. Dá-se banho 2 vezes por semana, e deve-se ter especial cuidado com a limpeza das patas e bico. Deve-se ter também algumas aves suplentes, em caso de algum acidente ou situação inesperada. A média de participação por classe é de 7 aves, avaliando o património genético que deve ser trabalhado no ano seguinte. 2-3 dias antes de do enjaulamento compõem-se as penas e verificam-se todos os detalhes.
Como as exposições decorrem durante o Outono, começam a surgir alguns estudos na relação clima-comportamento dos mandarins, pois estas são cada vez mais bizarras e é necessário ter os níveis de humidade controlados.



NOTA: Toda a informação foi por mim traduzida, não sendo nenhum texto da minha autoria!

_________________
Cumprimentos
Fernando Domingues
Criador de aves do género Estrilda
6 Medalhas em Campeonatos do Mundo

www.estrildidae.wordpress.com
avatar
Fernando Domingues

Mensagens : 787
Data de inscrição : 31/08/2009
Idade : 33
Localização : Pardilhó-Estarreja

http://www.estrildidae.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum